Investimentos em melhoria contínua e sustentabilidade

Investimentos em melhoria contínua e sustentabilidade

Melhorias na operação da fábrica de Jacareí garantiram competitividade operacional em um período em que os custos com insumos tiveram incrementos superiores a 30%.

No decorrer de 2017, foram realizados investimentos significativos com foco na redução do consumo de vapor e de energia elétrica, tanto em melhorias de processo – para garantir maior disponibilidade das máquinas e menos perdas – quanto em treinamentos das mais diversas áreas envolvidas na operação da fábrica. Isso remete diretamente a ganhos operacionais, como maior capacidade produtiva.

Um bom exemplo é o investimento feito na reforma e readequação da capota da máquina de papel, que além de evitar a perda de energia, estabiliza a folha em processo e garante um melhor perfil de secagem. Em outras palavras, além de aumentar a qualidade, a melhoria trouxe ganhos econômicos, pela redução do consumo de energia, e ambientais, em função da consequente diminuição das emissões de CO2.

Vale reforçar que o investimento em produtividade e eficiência começa nas pessoas: equipes de diversas áreas da companhia estão envolvidas no programa de melhoria contínua da planta, o que tem dado mais visibilidade e alinhamento aos indicadores e metas da empresa, favorecendo o direcionamento de ações corretivas, a aplicação de treinamentos e o acompanhamento mais eficaz dos resultados.

 “O consumo de energia elétrica e vapor na máquina de papel nunca esteve em patamares tão baixos. O resultado de 2017 é o melhor dos últimos cinco anos”, afirma Luis Coelho, diretor de Operações da Ahlstrom-Munksjö Jacareí.  

Share this pageShare this page